Projeto Carbono Zero



Com o desejo de sermos uma empresa SOCIALMENTE CORRETA, desenvolvemos um trabalho conjunto entre direção e colaboradores, e assim, assumimos um compromisso de efetuarmos ações concretas, capazes de compensar toda a emissão de gazes de nossa empresa. O projeto é baseado em dados do IPCC (Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas) órgão da ONU considerado a maior autoridade mundial em mudanças climáticas. Fornecemos dados e recebemos o levantamento prévio, onde se concluiu que a emissão de CO2 decorrentes da operação anual de nossa empresa, é da ordem de 16,03 toneladas, sendo que para compensar este montante, é necessário plantar e conservar saudável, uma floresta quantificada em 1,1 hectares, assim estaremos neutralizando a emissão anual de gazes do efeito estufa.

PAMDY Carbono Zero é:
• Descobrir o impacto das atividades de nossa empresa.
• Analisar os recursos usados e a produção de resíduos.
• Reutilizar e reciclar materiais.
• Compensar as emissões necessárias com o plantio de árvores (conforme cálculo do IPCC)
• Garantir a eficácia das ações

AÇÕES CONCRETAS

RECICLAGEM DE REJEITOS.

Os próprios colaboradores da empresa, efetuam a seleção de rejeitos, que com orientação da Professora Cínara Miranda, colaboradora do ARES (Associação dos Recicladores de Espumoso) é feita a coleta com dia e hora marcada, diretamente em nossa em empresa.

RECICLAGEM DE MATERIAL REAPROVEITÁVEL

• Sobras de matéria-prima são selecionadas e enviadas a entidades, tais como Secretaria de Assistência Social, entre outras.
• O papel usado nos escritórios é reaproveitado, sendo ocupado na frente e no verso.

RESTAURO FLORESTAL

Com orientação da Secretaria da Agricultura e Meio Ambiente através do Engenheiro Florestal Sr. Lisandro Bonatto e do responsável Sr. Cesar Vinchiguerra, árvores foram plantadas em área de preservação permanente, especificamente nas margens de uma nascente e contorno de riacho, em área de mata siliar, até então degradada. Recebemos deles as orientações do local do plantio, bem como indicação para a escolha da diversidade das espécies.
Nos próximos dois anos faremos uma manutenção intensiva, para repor a mortalidade natural, e assim as mudas formarão uma nova floresta, contribuindo para a melhoria das condições ambientais locais.
Este projeto abrange uma área de l,l hectare , sendo que o corte destas árvores será considerado CRIME segundo legislação ambiental em vigor.

REDUÇÃO DO CONSUMO DE ENERGIA

Toda a construção do prédio foi pensada para a redução do consumo de energia, onde amplas janelas de vidro e vários poços de luz permitem a entrada de luz natural.
A luz natural, além de reduzir o consumo de energia, oferece um conforto a quem trabalha no ambiente e também aos clientes, isto permitiu também a instalação de vários espaços de jardim interno.
O controle da redução do consumo de energia das máquinas é feito através de planilhas, para um acompanhamento mais presente.

PRESERVAÇÃO DE 20% DO TERRENO URBANO

Na construção do prédio, foi respeitado espaço para a natureza.
Nos fundos, foram preservadas as árvores de sombra, que hoje alcançam altura superior aos três pisos do prédio. Foram incluídas frutíferas e folhagens, ali é feita a compostagem de lixo orgânico.
O espaço preservado é o nosso orgulho, pois nele, além da sombra, ainda temos o privilégio de ter a visita de pombos e tucanos.
Trabalhar com esta “vista”, não é para qualquer um.

E O FUTURO?

Assim, a PAMDY passa a assumir compromisso com o projeto de Eficácia na Neutralização do Carbono emitido.
Uma empresa socialmente responsável, que contribui para o esforço global de impedir o aquecimento do planeta, além de estar proporcionando uma série de benefícios ambientais, para a nossa e as próximas gerações.